24 de abril de 2008

Ubuntu de Abril de 2008

Não sei de onde o dinheiro vem. Não sei como conseguem fornecer tudo gratuitamente. Só sei que os caras estão cada vez melhor no que fazem. E fizeram bem. Lançada a versão 8.04. Se estiver com medo, tente dar umas voltas com um boot duplo. Experimente Ubuntu.

22 de abril de 2008

Caso Nardoni: Chocante ou "Morfinante"?


"Pára pai! Pára pai!" talvez tenha sido a frase que levou o ocorrido a tanto clamor público, curiosamente essa frase pareceu mal interpretada pela imprensa, pois o que ficou assentado no inquérito policial foi: "papai... papai... pára! pára!"

De qualquer forma, seja por sobreexposição da mídia ou por afetar os nossos valores mais íntimos, o fato ganhou destaque. E não importa quem é o culpado, o crime foi, de certa maneira, um analgésico. Analgésicos não são bons para dor de cabeça? Então. O Caso Nardoni é ainda mais que um simples lenitivo, é uma boa morfina.

Ele espelha a imagem das pessoas boas que o recriminam. Afinal, eu nunca faria aquilo com meu próprio filho. Homicídios acontecem aos montes todos os dias, mas se tratam de apenas bandidos, diferente de um casal de classe média alta que joga a criança inocente deles pela janela de um edifício -- esse sim revela pessoas realmente más. E como a maioria não faz isso, somos morfinizados pela boa sensação de ter sentimentos nobres e alívio da culpa.

Culpa? Que culpa? Aquela que é intrínseca aos humanos. O mal interno, os ranços, os atos que prejudicam os outros, os segredos inconfessos, o banco dos réus no qual estamos inconscientemente sentados. E com tudo isso, ficamos isentos da responsabilidade de reparar qualquer erro. De fato. Os Nardoni são mais que criminosos, são grandes dopadores.

Mas não me entenda mal, isso não é uma crítica, apenas um fato.