19 de novembro de 2017

O cubo mágico do mundo

43 quintilhões é o número de combinações possíveis do cubo mágico, ou cubo de Rubik. Mais precisamente
43 252 003 274 489 856 000, segundo a Wikipédia.

No reino dos homens não é diferente. As chances combinatórias entre as ações humanas e naturais não são infinitas como se pode pensar. Apenas não cabem no intelecto humano. Mas poderiam ser calculadas com precisão.

O mundo é um grande cubo mágico de combinações finitas.

8 de novembro de 2017

Concluí que o keynesianismo pode funcionar, mas é improvável. Já o liberalismo econômico funciona invariavelmente.

7 de novembro de 2017

Incentivos funcionam

Essa é uma lei econômica, uma lei empírica. Diria ainda, para melhor ou para pior, incentivos funcionam. Isso porque nem sempre se alcança o que se pretendia com o incentivo. Estímulos governamentais, por exemplo, costumam falhar em seus propósitos, mas não deixam de funcionar. Por isso, havendo premiação pelo bom procedimento, mais pessoas vão praticá-lo. E, claro, se um mau comportamento é recompensado, mais indivíduos vão passar a adotá-lo.

1 de novembro de 2017

"Quem nasce grande é monstro."

(Provérbio brasileiro)

6 de outubro de 2017

Há alguns dias discorri superficialmente acerca da divina coerção amorosa. Pois então, estou quase certo de que eu esteja no meio de um processo desses. Creio que os Céus editaram um gracioso decreto autorizador e obrigacional — melhor que uma aprovação é uma determinação de que aquilo deva acontecer. Se o édito foi de fato expedido, todas as coisas vão convergir inevitavelmente para o seu cumprimento. Mesmo as minhas atitudes, decisões e comportamentos serão dirigidos para esse fim, como se por um determinado período de tempo eu me tornasse uma pessoa melhor. Veremos.

26 de setembro de 2017

Agir contra a consciência não é seguro nem correto.

— Martinho Lutero (segundo se atribui).

21 de setembro de 2017

Encerrei o blog absurdeza. Sigo com este apenas.